Produtos da Inventti na Altenburg

Características do projeto

A Altenburg é uma das marcas mais importantes do setor têxtil, líder no segmento de travesseiros, com produção de mais de um milhão de travesseiros por mês, e comercializada em mais de 20 países. É uma das maiores indústrias do Brasil, que hoje conta com duas unidades físicas em Blumenau, polo têxtil de Santa Catarina, e uma em Sergipe, importante Estado da região Nordeste.

Atualmente, a Altenburg possui cinco lojas próprias, localizadas em Balneário Camboriú (SC), São Bernardo do Campo (SP) e na cidade de São Paulo, nos bairros Rebouças, Moema e Itaim, além de um outlet junto à fábrica de Blumenau e um posto de vendas no Sergipe.
Antes de implantar a Nota Fiscal eletrônica, a empresa tinha diversos pontos de emissão de Nota Fiscal espalhados pelas dependências da fábrica. O processo de emissão de notas fiscais era feito através de relatórios customizados do ERP para ajuste em layout de impressão de formulários.

Participação da Inventti

A Inventti implantou o NFePACK em maio de 2010 e o CTePACK em março de 2012. Em junho do ano passado foi instalado o B2B Pack para que os clientes e parceiros da Altenburg possam ter acessos às Notas Fiscais e XML’s.

No caso da NF-es, o processo de instalação levou apenas três dias e após esse período, já começou a fase de testes de emissão em ambiente de homologação. Este processo levou cerca de uma semana, onde foram validados todos os tipos de Notas Fiscais utilizadas pela empresa.

O processo foi considerado muito tranquilo pela área de TI da Altenburg. Foi possível iniciar cada filial de uma vez, o que facilitou muito, pois a mão de obra versus a distância era um problema.

Principais resultados

Após a implantação do projeto, a Altenburg constatou ganhos operacionais, tais como a agilidade da recepção das informações e aceleração no processo logístico. Também foi observada uma importante redução de custos: com a adoção do Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica (1 via), contra o modelo antigo de Nota Fiscal (várias vias) e a facilidade de armazenagem (meio digital substituindo o meio físico).

“Outros benefícios como maior controle fiscal, integração rápida e simples com o ERP são destaques que são observados inclusive na geração do SPED”, afirma o Gerente de TI, Fabio Simon.

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *