O que é o monitoramento S@T e por que você deve ter na sua empresa

Com o advento dos apps de controle de finanças pessoais, os consumidores estão cada vez mais interessados no detalhamento de seus gastos e itens de consumo. Para se adequar à essa realidade e ganhar a empatia dos consumidores, uma emissão de nota fiscal eficiente pode ser o diferencial de sua empresa em relação a um concorrente.
Junto com as necessidades do mercado, existem também as obrigatoriedades instituídas pela SEFAZ, como a emissão do CF-e através do S@T, em substituição ao ECF. Por isso, a Inventti, empresa especializada em gestão de documentos fiscais eletrônicos, tira todas as dúvidas sobre o S@T.

O que é S@T?

O S@T (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) é basicamente uma ferramenta capaz de documentar eletronicamente todo e qualquer arquivo ou tarefa realizada pelo comércio varejista dentro de um Estado. O S@T possui validade legal, podendo substituir as notas e cupons fiscais (ECF), o que facilita nos momentos de transações dos tributos cobrados pelo governo.
Uma vantagem desse sistema é que para utilizá-lo não é preciso estar conectado à Internet em tempo integral, pois os dados podem ser passados para a Secretaria da Fazenda periodicamente.
Para o sistema S@T funcionar corretamente, a empresa precisa garantir alguns requisitos, como computadores com entrada USB, aplicativo comercial de frente de caixa (PDV) instalado, uma impressora que possa ser utilizada para a emissão das notas, conexão com Internet, e o aparelho S@T plugado à máquina principal do estabelecimento.
Outro grande benefício é que as notas emitidas pelo S@T permitem a inclusão do CPF do consumidor no documento. O cupom fiscal com CPF recebe um código QR CODE que permite rápida conexão com o site da SEFAZ, o que garante uma visualização completa de todos os documentos emitidos naquele CPF. Assim, o consumidor ganha uma nova forma de consultar seus gastos e checar a confiabilidade das empresas nas quais consome.
“A grande vantagem de ter um sistema S@T é a facilidade em transmitir as informações referentes aos cupons e notas fiscais à Secretaria da Fazenda, de forma direta e rápida usando a Internet”, explica Reinaldo de Oliveira, diretor Comercial da Inventti. “O S@T já está sendo implementado em diversos estados do Brasil por conta da facilidade que ele representa nas tarefas fiscais”, finaliza o diretor.

O que é monitoramento de S@T?

Assim como existem diversas vantagens no modelo S@T, existem algumas desvantagens. A principal delas é a necessidade de ter vários equipamentos S@T espalhados pelo parque da empresa ou lojas de um mesmo grupo, e a dificuldade em saber o que está acontecendo com cada equipamento.
Por exemplo, imagine uma loja de parafusos, com 2 lojas físicas e 5 caixas em cada loja física. Para atender a emissão do S@T essa loja terá 10 equipamentos S@T, um equipamento para cada caixa. Agora imagine que um desses equipamentos parou de sincronizar os cupons emitidos com a SEFAZ. Esse equipamento será automaticamente bloqueado por não estar comunicando com a SEFAZ, e no momento em que isso acontecer não será mais possível autorizar cupons através deste equipamento.
Outro caso são as atualizações do equipamento, que podem ser agendadas, porém se for atingido o prazo final para atualização a própria SEFAZ comanda a atualização dos equipamentos, interrompendo o seu funcionamento até o fim do processo de atualização.
Pensando nesse cenário, a Inventti desenvolveu o monitoramento de S@T: um produto que coleta as informações dos vários equipamentos S@T espalhados pelas várias lojas ou ponto de venda de um mesmo grupo, e agrupa esses dados em um dashboard único, que possibilita tomar as ações necessárias para que os equipamentos não sejam bloqueados e a operação não seja comprometida.
Além do produto a Inventti também disponibiliza um serviço de monitoramento de S@T, onde uma equipe acompanha o dashboard com os S@T dos clientes, e alerta as equipes interessadas em caso de comportamento anormal de algum dos equipamentos.

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *