Crescimento acelerado na emissão de NF-es

O número de Notas Fiscais Eletrônicas emitidas em todo o Brasil cresce em ritmo acelerado. De acordo com as estatísticas do portal da NF-e, na metade de maio já havia um total de 4,612 bilhões de NF-e autorizadas (que desconsidera as NF-es canceladas ou denegadas). O número de emissores chegou a 836,401 mil.

Os números crescentes de emissão indicam a importância cada vez maior dos produtos da Inventti – que foi pioneira na criação de softwares de emissão de Nota Fiscal Eletrônica. “Tanto as soluções para emissão quanto para gestão das NFes tornam-se ainda mais essenciais quando há um volume tão grande desses documentos eletrônicos no país”, afirma o Diretor Técnico da Inventti, Tibério César Valcanaia.

Em vários estados brasileiros foram batidos recordes de emissão neste início de 2012. Um balanço da Secretaria da Fazenda de Goiás, por exemplo, revelou que no primeiro trimestre deste ano, a emissão de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) cresceu 14% em relação ao mesmo período de 2011. No total, foram emitidas 21 milhões de notas, no valor de mais de R$ 118 bilhões.

No Espírito Santo, a Secretaria da Fazenda ultrapassou, em abril, a marca de 100 milhões de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) autorizadas e recepcionadas. Cerca de 20 mil empresas do estado aderiram à versão eletrônica do documento fiscal.

O Estado da Paraíba registrou recorde de emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) em março. Segundo o balanço divulgado pela Gerência Operacional de Informações Econômico-Fiscais o total chegou a 1,520 milhão de emissões, o maior volume já registrado no Estado desde a NF-e foi autorizada pela primeira vez, em 2008.

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *