Case Inventti – Lunender

Características do projeto

A Lunender é uma empresa têxtil que fabrica confecções das linhas Primeiros Passos, Infantil, Juvenil e adulto nos segmentos masculino e feminino. Fundada em 1981, teve seu primeiro prédio próprio construído em 1985, em Jaraguá do Sul (SC). Atualmente, a empresa tem dois parques fabris em Guaramirim e unidades também em Avaré, no estado de São Paulo, e em Maracanaú, no Ceará. A Lunender produz cerca de 1,9 milhão de peças de confecções por mês e tem mais de 12 mil clientes distribuídos pelo Brasil e exterior. A empresa tem produtos com as marcas: Lunender, Alakazoo e FICO.

Antes da aquisição dos produtos da Inventti a empresa encontrava dificuldade em gerenciar os XML’s tanto na emissão quanto no recebimento das notas fiscais apenas com uso do sistema corporativo.

No inicio do processo havia um índice de 30% de críticas nas notas fiscais recebidas, por conta das notas apresentarem alguma irregularidade ou mesmo pelo XML não ser disponibilizado no momento da entrega da mercadoria.

Outro ponto importante é que as Notas Fiscais emitidas ficavam armazenadas nos diversos pontos de emissão de NF-e, o que dificultava o gerenciamento e distribuição aos clientes do XML quando os mesmos solicitam novamente o reenvio.

Participação da Inventti

A partir de maio de 2010, a Inventti instalou o NfePACK Gestão.

Em 2011 foi feita a implantação do Portal NF-e (B2B) e do CT-ePACK Gestão. Os produtos foram implantados em 20 empresas do Grupo Lunender.”O processo de instalação ocorreu normalmente, com poucos problemas, que na maioria das vezes foram resolvidos com suporte remoto”, disse Josiane Jamoski Luciani, da área de Contabilidade Fiscal da Lunender Têxtil.

Com a implantação dos sistemas de Gestão para NF-e e CT-e, o grupo passou a centralizar todo seu arquivo fiscal, facilitando os processos de gerenciamento e integração, garantindo a validação dos documentos de entrada que antes eram realizados manualmente.

Principais resultados

A área de Contabilidade Fiscal da Lunender destaca como principais resultados observados:

– a centralização dos XML e a segurança no armazenamento;

– a validação automática na Receita Federal, Secretaria Estadual da Fazenda da validade e estrutura do XML;

– recuperação do XML ou impressão de Danfe on line no NfePACK Gestão;

– integração dos XML de entrada versus a automatização da digitação da capa da nota fiscal no ERP;

– BI de conferência dos XML, que identifica as notas de fornecedores que estão faltando no sistema, bem como as saídas que por algum motivo não tenham gerado XML no ERP;

– e a recuperação dos XML emitidos por cliente no portal NF-e, que garante mais autonomia para que os clientes consultem suas notas fiscais e consequentemente reduz os acionamentos da área fiscal da empresa em busca de informações.

Posts Relacionados

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *